Com valorização do real, rentabilidade dos exportadores volta ao nível de 2011